Ingenuidade Testo

Testo Ingenuidade

Não,
eu não podia me enganar assim
com uma criança qualquer
que veio ao mundo bem depois de mim
Eu não reclamo o que ela fez
só condeno a mim mesmo
por ter me enganado outra vez

Eu fiz o papel de um garotinho
quando arranja a primeira namorada
A ingenuidade acredita em tudo
porque do amor não entende nada

Eu que tantas vezes machuquei meu coração
e levei tantos anos pra curar
fui tornar a molhar meus olhos
coisa que eu luto a tanto tempo pra enxugar
Copia testo
  • Guarda il video di "Ingenuidade"
Questo sito web utilizza cookies di profilazione di terze parti per migliorare la tua navigazione. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina acconsenti all'uso dei cookie.leggi di più