Quero Ser Justo Testo

Testo Quero Ser Justo

Disse que vinha, e veio, lá do Norte
O mar nos olhos
Era noite sem vento e eu nem cri na minha sorte
Houve curiosidade, um calmo susto, alguma palidez
Por trás do ouro do seu rosto

Quero ser justo
Mesmo que não pudéssemos manter a lua cheia acesa
Ou não, ainda,
Nem no seu nem no meu coração

Eu vi você
Uma das coisas mais lindas da natureza
E da civilização.
Copia testo
  • Guarda il video di "Quero Ser Justo"
Questo sito web utilizza cookies di profilazione di terze parti per migliorare la tua navigazione. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina acconsenti all'uso dei cookie.leggi di più