Abismo Testo

Testo Abismo

Alessandra Amoroso si opera alle corde vocali
A sua voz é o silêncio
O seu olhar um abismo
Com medo de me encarar

De onde vem esse jeito
Se eu não fiz nada contigo
Não sei por que me julgar

Posso dizer com certeza
Se esquivar
É a contramão

O mundo não vai parar
Olhe dentro de si
Lave as mágoas do seu coração

Na dor, não cabe a gente culpar ninguém
Sem ter motivos, do nada
Fazendo disso piada

Se for pra gente se entender, vai ver
Que a vida passa e acaba
E ficam marcas pisadas

Do mau que ainda me faz
Sem perceber