Desalinhado Testo

Testo Desalinhado

Só quando entrei na rotina
O habitual dia a dia
E acabei por fica parado
Alienado de tudo
Que me pudesse vir a interessar
É que notei
Não é viver
Sonhos de alguém
Eu vou mudar

Por isso agora eu vou
Eu sou capaz
De viver, nunca voltar atrás
Agora eu vou
Desalinhado
Tanto querer é complicado

Mas sou assim, quem aceitar
Estendo-lhe a mão, para ajudar
Eu sou assim, pouco normal
Venda nos olhos, é o golpe final

Por isso agora eu sou...

Por fim saí da rotina
Estava cansado da vida
Mas não parei
Em mais nenhum lado
Desatinado com tudo
Foi a maneira que deu pra pensar
Aí notei, não é viver
Sonhos de alguém
Vou recusar
Copia testo
  • Guarda il video di "Desalinhado"
Questo sito web utilizza cookies di profilazione di terze parti per migliorare la tua navigazione. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina acconsenti all'uso dei cookie.leggi di più