Preconceitos Imortais Testo

Testo Preconceitos Imortais

O ritmo inconstante
Velocidade terminal
Leva a degradação completa
Do culto dum ritual

O corpo envelhece
E a carne cede também
Porque na tortura do tempo
Não há excepção para ninguém

Os gestos são copiados
Há séculos e gerações
Criando na sociedade
Um vazio de opiniões

A mentira é praticada
E aí o orgulho dói
E a moral suja
Sob a capa do herói

Uma honra de valores
Falsos e imorais
A criação de ilusões
Preconceitos imortais

A cor é descriminada
Por razões de conveniência
Por aqueles de baixo porte
E de baixa inteligência

E os pontos que se afundam
Sob um pano arruinado
Seguro o fio que os sustenta
Longe de ser cortado
Copia testo
  • Guarda il video di "Preconceitos Imortais"
Questo sito web utilizza cookies di profilazione di terze parti per migliorare la tua navigazione. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina acconsenti all'uso dei cookie.leggi di più