Imbranato (Portugues Version) Testo

Testo Imbranato (Portugues Version)

Vasco Rossi, il Live Kom ‘016 parte da Lignano Sabbiadoro
Tudo começou por um capricho seu,
Eu não ligava... Era só sexo.
Mas o sexo é uma atitude,
Como a arte em geral,
E talvez eu tenha entendido e estou aqui.
Desculpe, sabe, se tento insistir,
Me torno insuportável, eu sei...
Mas amo você... Amo você... Amo você...
É engraçado... Vá lá, é antiquado, mas amo você...
E desculpe se lhe amo e se nos conhecemos.
Uns dois meses ou pouco mais.
E desculpe se não falo baixo.
Mas se não grito, morro.
Não sei se sabe que amo você.
E desculpe se rio, me entrego ao embaraço.
Olho pra você fixamente e tremo.
À idéia de lhe ter do meu lado.
E me sentir somente seu.
E estou aqui e falo emocionado.
E sou um louco!
E sou um louco.
Oi... Como você está?
Pergunta inútil!
Mas o amor me torna previsível.
Falo pouco, eu sei... E estranho,
Será o vento, será o tempo... Será... Fogo!
E desculpe se lhe amo e se nos conhecemos;
Uns dois meses ou pouco mais.
E desculpe se não falo baixo.
Mas se não grito, morro.
Não sei se sabe que amo você.
E desculpe se rio, me entrego ao embaraço.
Olho pra você fixamente e tremo.
À idéia de lhe ter do meu lado.
E me sentir somente seu.
E estou aqui e falo emocionado.
E sou um louco!
E sou um louco.
Eu, sim. Ah, mas amo você.
Questo sito web utilizza cookie di profilazione di terze parti per inviarti pubblicità e servizi in linea con le tue preferenze e per migliorare la tua esperienza. Se vuoi saperne di più o negare il consenso a tutti o ad alcuni cookie consulta la cookie policy. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina o cliccando qualunque elemento sottostante acconsenti all'uso dei cookie.