Cabeça De Vento Testo

Testo Cabeça De Vento

Lisboa, se amas o Tejo
Como não amas ninguém
Perdoa num longo beijo
Os caprichos que ele tem

Faço o mesmo ao meu amor
Quando aparece zangado
Para acalmar-lhe o furor
Num beijo, canto-lhe o fado

E vejo todo o bem que ele me quer
Precisas de aprender a ser mulher!

Tu também és rapariga
Tu também és cantadeira
Vale mais uma cantiga
Cantada à tua maneira
Que andarem os dois ao lume
Nesse quebrar de cabeça!
Que lindo enxoval de espuma
Ele traz quando regressa

À noite, é de prata o seu lençol
De dia, veste o pijama de sal!
Violento, mas fiel
Sempre a arrojar-se aos teus pés
Meu amor é como ele
Traz más e boas marés!
Minha cabeça de vento
Deixa lá ser ciumento!
Copia testo
  • Guarda il video di "Cabeça De Vento"
Questo sito web utilizza cookies di profilazione di terze parti per migliorare la tua navigazione. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina acconsenti all'uso dei cookie.leggi di più