Fado Adeus Testo

Testo Fado Adeus

Quis a sorte que encontrasse os teus favores
Mas deixaste marca forte no meu peito
Não desdenho dos teus passos,
Também não nego os abraços,
A doçura do olhar
Quando dizias adeus
Tudo parava, escurecia
Estou perdida, espelho meu

Diz-me onde anda a minha alma já sem cor
Onde estão os dias claros, tudo em flor?
Deixaste a guitarra muda,
A navalha está fechada
Sobre o lenço de cetim
Tão negro que dói de olhar,
Noitinha mais devagar,
Tem cuidado, o amor tem fim

Contrário à esperança eterna,
Mas eu sei que tu não voltas
Disse-me este fado. Adeus

Diz-me onde anda a minha alma já sem cor
Onde estão os dias claros, tudo em flor?
Deixaste a guitarra muda,
A navalha está fechada
Sobre o lenço de cetim
Tão negro que dói de olhar,
Noitinha mais devagar,
Tem cuidado, o amor tem fim

Contrário à esperança eterna,
Mas eu sei que tu não voltas
Disse-me este fado. Adeus

Copia testo
  • Guarda il video di "Fado Adeus"
Questo sito web utilizza cookies di profilazione di terze parti per migliorare la tua navigazione. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina acconsenti all'uso dei cookie.leggi di più