Corda Na Garganta Testo

Testo Corda Na Garganta

Gli album più attesi alla fine dell'estate: da Ligabue a Vasco
A porta de saida
Não vai abrir

Não encontro resposta
Mas tenho que sair

A corda na garganta
Está a apertar

Desenrolo o pano que está pra cair
Engulo em seco sem me esforçar
(com) os dias contados (sem) nada pra dividir
Discurso apurado histórias de embalar

A importância é a lei que faz mover
Importância é a lei de dominar
Ignorância/puro prazer
Combinação perfeita

Concorrência é para eliminar
A ganância é um estado de querer
Quanto mais eu vejo
Muito menos quero ver
O sonho é ter o desejo de um dia saber

Será que vale apena
Continuar a sonhar
Resolvo um problema
E tenho outro a chegar

Será que vale apena
Continuar
Será que vale apena
O nó da corda está a apertar

A porta da saida
Já se fechou

Encontrei resposta
Mas nada mudou

Enrolo o pano caido no chão
Sem virar as costas á minha razão
Não há discurso para me embalar
Os dias contados já estão a chegar

A importância é a lei que faz mover
Importância é a lei de dominar
Ignorância/puro prazer
Combinação perfeita

Concorrência é para eliminar
A ganância é um estado de querer
Quanto mais eu vejo
Muito menos quero ver
O sonho é ter o desejo de um dia saber

Será que vale apena
Continuar a sonhar
Resolvo um problema
E tenho outro a chegar

Será que vale apena
Continuar
Será que vale apena
O nó da corda está a apertar
O nó da corda está a apertar
O nó da corda está a apertar
Questo sito web utilizza cookie di profilazione di terze parti per inviarti pubblicità e servizi in linea con le tue preferenze e per migliorare la tua esperienza. Se vuoi saperne di più o negare il consenso a tutti o ad alcuni cookie consulta la cookie policy. Chiudendo questo banner, scrollando la pagina o cliccando qualunque elemento sottostante acconsenti all'uso dei cookie.